Os KPIs certos para um programa de afiliados de sucesso.

Você já iniciou seu programa de afiliados e as vendas estão escalando, tudo parece correr às mil maravilhas, entretanto, você está monitorando os KPIs certos?


O “big data” mudou a cara do marketing de afiliados. Os profissionais de marketing agora podem rastrear a jornada do cliente melhor do que nunca, acompanhando cada conversão e determinando quais afiliados são responsáveis ​​por cada venda gerada. É mais fácil do que nunca avaliar cada parceiro e sua influência para a lucratividade e o crescimento da sua empresa.


Não fazer nada com essas informações leva a oportunidades perdidas. A falta de ação em relação aos insights de dados é o mesmo que não ter nenhum dado. Se os afiliados não estiverem conectados e entusiasmados com o seu programa de afiliados, eles podem mudar para outro que ofereça mais incentivos, mais produtos e maiores oportunidades.


Outra parte desse quebra-cabeça é que muitos gerentes de afiliados, ou até mesmo produtores, são relativamente inexperientes, ainda ganhando o conhecimento e as habilidades que desenvolverão à medida que progridem em suas jornadas no marketing digital. 


Em vez de usar análises de dados para ajudar a entender melhor o negócio, os iniciantes acabam utilizando o “feeling” para analisar resultados. Embora faça sentido à primeira vista, essa abordagem pode limitar o crescimento do seu programa de afiliados ao longo do tempo.


Ao analisar um conjunto mais amplo de métricas além das vendas mensais, você pode tornar seu programa mais forte e mais adaptável às mudanças do mercado. 


Vejamos uma variedade de KPIs que podem fornecer mais diversidade e profundidade ao seu programa de afiliados, ajudando a garantir sua saúde e lucratividade a longo prazo.


Ao avaliar KPIs, tente olhar para aqueles que fornecem uma visão real em vez de visões amplas. Por exemplo, a porcentagem de afiliados ativos, o tamanho da rede de afiliados e o número de cliques para converter uma venda são KPIs que apresentam desafios. Os números de afiliados ativos podem ser facilmente deturpados, o número de afiliados de qualidade deve ser usado em vez do tamanho da rede de afiliados e o número de cliques para conversão de venda deve ser ajustado para revelar de onde veio o clique e a eficácia do afiliado.


Os KPIs podem ser divididos em três grupos distintos:


KPIs primários – Ajudam a ganhar mais dinheiro. São exemplos: As leads, custo de aquisição por lead, taxa de conversão, receita total, entre outros. 


KPIs secundários – Realizam um reforço dos KPIs primários focando em fatores como: custo por lead em cada estágio do funil, assinantes, visitantes repetidos do site ou origem do tráfego. 


KPIs práticos – Definem o comportamento dos usuários através de índices como palavras chave mais usadas, bounce rate, conteúdos mais lidos, page rank, entre outros.


Aqui estão os KPIs que você deve monitorar de perto:



  • Retorno sobre o gasto com publicidade (ROAS): embora o ROI seja o resultado final, o ROAS pode ajudar a aumentar a receita e revelar resultados de conversão incrementais.


  • Clientes novos x recorrentes: as comissões podem ser ajustadas para promover afiliados bons em trazer novos clientes.


  • Crescimento da receita: este é o objetivo final, junto com a lucratividade, mas não sacrifique o valor da marca para obter ganhos de receita. 


  • Taxas de conversão: a porcentagem de clientes que um afiliado envia ao site que acaba comprando produtos e serviços.


  • Tendências de afiliados: monitore o número de afiliados com os quais você está trabalhando, quais estão ativos e a quantidade de vendas que eles geram.


  • Valor médio do pedido: o valor total de um pedido médio. Detalhar isso adicionalmente por tipo de afiliado pode render mais detalhes sobre sua influência no aumento do valor do pedido.


  • Custo por venda: quanto investimento foi alocado para uma campanha e qual foi a margem de lucro.


O truque é decidir antes de um novo programa de afiliados o que você está tentando alcançar. Leads, conversões, custo por aquisição, retorno do investimento em publicidade e metas de receita são os pontos de partida usuais. Mas seu plano também deve incluir KPIs sem receita, como estatísticas de mídia social (comentários, compartilhamentos e curtidas), métricas de intenção de compra (atividade da cesta de compras e localizador de lojas) e tráfego de visitantes pela primeira vez.


Esta é a sua oportunidade de usar as ferramentas de big data à sua disposição. 

Depois de determinar os KPIs que você vai avaliar, é vital otimizar o sistema. Com o tempo, você poderá descobrir quais são os parceiros afiliados mais valiosos. Você não apenas determinará os melhores jogadores, como também será mais fácil idealizar melhores campanhas para o mercado.


O mundo do marketing de afiliados está em constante mudança, à medida que novas tecnologias e idéias surgem, mudando as melhores práticas e abordagens. Expandindo as métricas tradicionais de sucesso do marketing de afiliados para incluir uma visão mais ampla do crescimento, você pode construir um programa mais forte e garantir o sucesso do seu produto e da sua marca no longo prazo.


Voltar página